Centro Logístico “Paraná Norte” recebe consultoria da CMB.

CMB PARANÁ NORTE

A região Metropolitana de Londrina passará a contar com um dos maiores equipamentos logísticos do interior do país a partir do próximo ano. Trata-se do Centro Logístico Paraná Norte, a ser instalado na PR-445, no Município de Cambé, com área construída de 126,6 mil metros quadrados. A iniciativa é da Refen Construtora (sócia majoritária), de Cascavel, SGO Construções, de Belo Horizonte (uma das maiores operadoras do setor no país), em parceria com a Abílio Medeiros Imóveis, de Londrina (responsável pelo desenvolvimento do projeto), com apoio da Prefeitura de Cambé. O empreendimento tem consultoria ambiental da CMB Mineração e Meio Ambiente, também de Londrina. O lançamento para o mercado regional ocorreu em Cambe, no dia 22 de setembro.

Com investimentos de R$ 200 milhões, o início das obras do Centro Logístico está previsto para o início de 2012. As operações devem se dar a partir do segundo semestre do ano que vem. De acordo com o empresário Renato Festugato Neto, da Refen Construtora, o crescimento da economia brasileira, a forte demanda do setor e a localização estratégica da região Metropolitana de Londrina; justifica o empreendimento. “Há uma série de fatores que concorrem para empreendermos aqui na região e aportarmos o montante de recursos dessa envergadura”, salienta Festugato Neto.

Para Sérgio Gross de Oliveira, empresário da SGO Construções e que já opera 33 centros logísticos no Brasil, a utilização de um equipamento como o que será edificado em Cambé, irá disciplinar as atividades dos empresários que ali se instalarem. “Trata-se de um empreendimento sólido, construído para suprir uma grande demanda e que envolve as cadeias produtivas. Trata-se, portanto, de um equipamento moderno, eficaz e que trará maior competitividade a todos que dele participarem”, ressalta Oliveira. O empresário destacou inclusive todo o planejamento ambiental na edificação do empreendimento. “Desde o início há uma preocupação com as questões ambientais. Teremos captação das águas da chuva, sistemas de iluminação e ventilação mais econômicos e adequados ambientalmente. Portanto, há toda uma preocupação em fazermos tudo de maneira ambientalmente correta”.

Segundo Abílio Medeiros, o Centro Logístico não é apenas um empreendimento, mas sim “um equipamento imobiliário que irá resultar em maior dinâmica para os custos de estocagem e distribuição das grandes empresas. Dessa forma muitas empresas serão atraídas para a região, já que este equipamento será instalado em localização geográfica privilegiada”, aponta Medeiros. “Num raio de 500 quilômetros não há outro centro logístico, portanto, a partir de Cambé, as indústrias irão reduzir seus custos com deslocamento e armazenamento. Todo o Paraná ganha com o empreendimento. É sem dúvida uma grande conquista para a região”, finaliza.

A CMB Mineração e Meio Ambiente, realizou os estudos de diagnóstico ambiental e um estudo geológico-técnico, avaliando características de solo, declividade, aquíferos e finalmente, viabilidade de ocupação. Na fase final de aprovação, foi realizado, o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), diagnosticando as demandas urbanas que a implantação do empreendimento trará para o local, como tráfego rodoviário, iluminação, segurança.

Estão sendo iniciados os novos levantamentos para a área anexa ao Paraná Norte, onde será erguido um galpão para atender o mercado regional de pequeno e médio porte. O projeto deverá ser lançado em cerca de um mês.

Jornalista: Valter Alves Alves

PLANTA DE ÍNDICE DE ABSORÇÃO – PARANÁ NORTE

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*