Plano de Recuperação de Área Degradada – PRAD

Toda atividade causadora de degradação ambiental poderá deixar um passivo ambiental que necessita ser recuperado. A recuperação deverá ter por objetivo o retorno do sítio degradado a uma forma de utilização, de acordo com um plano preestabelecido para o uso do solo, visando à obtenção de uma estabilidade do meio ambiente.

A degradação de uma área, independentemente da atividade implantada, verifica-se quando:

  1. a vegetação e, por conseqüência, a fauna, são destruídas, removidas ou expulsas;
  2. a camada de solo fértil é perdida, removida ou coberta, afetando a vazão e qualidade ambiental dos corpos superficiais e/ou subterrâneos d’água;

Quando isso ocorre, reflete-se na alteração das características físicas, químicas e biológicas da área, afetando seu potencial sócio-econômico.

A recuperação é realizada através da definição de um plano que considere os aspectos ambientais, estéticos e sociais, de acordo com a destinação que se pretende dar à área, permitindo um novo equilíbrio ecológico.